Produtividade

4 causas da desmotivação de funcionários e soluções para superá-las


Você vence a desmotivação dos funcionários quando toma ações preventivas!

Você trabalha em um escritório cheio de cartazes motivacionais? Você sabe, aqueles com cenas de montanha e frases como, “estradas difíceis, muitas vezes levam a destinos bonitos” e “você nunca falha até que você pare de tentar.” Eles são adoráveis, mas muitas vezes cartazes de desmotivação de funcionários parecem mais apropriados.

Algo do tipo: “Todos os cadáveres do Monte Everest pertenciam a uma pessoa altamente motivada” ou “Trabalho em equipe: garantindo que seu trabalho duro pode ser arruinado pela incompetência de um colega de trabalho”, se você trabalha em um escritório onde se sente desmotivado – ou você é o gerente (ou gerente de RH) de uma equipe que não tem motivação e entusiasmo, você pode se perguntar onde errou.

Abaixo veja quatro causas comuns de desmotivação de funcionários e como você pode superá-las.

Pagamento baixo ou desleal

Você pode pagar a todos os funcionários acima da taxa de mercado e ainda desmotivar os funcionários se suas estruturas de pagamento não forem justas. Se João e Martina estão fazendo trabalhos semelhantes, seus salários devem ser semelhantes, e você precisa ser capaz de articular claramente por que pode haver diferenças em seus salários.

Se Martina ganha mais porque ela tem experiência adicional e classificações de desempenho mais altas está tudo certo, a equipe irá entender!

Como corrigir?

Execute uma auditoria de pagamento. Faça isso regularmente. Toda vez que você contratar ou promover uma pessoa internamente, dê uma olhada nos salários e certifique-se de que os valores sejam equivalentes e justos. Fique de olho nas suas taxas de mercado de salário, mesmo que você não tenha rotatividade de funcionários.

Bullying no local de trabalho

Você pode oferece aos seus funcionários o ambiente (físico) mais agradável do mundo, mas se sua empresa ou um funcionário pratica bullying, você vai achar extremamente difícil desmotivador trabalhar. Isso pode acontecer mesmo se o trabalho estiver sendo cumprido.

Um funcionário que pratica bullying pode existir em qualquer nível e confrontar qualquer outro nível. Os chefes podem ter medo de um estagiário, assim como os internos podem temer seus chefes, e o bullying não conhece gênero.

Como corrigir?

O bullying, desde que não seja direcionado a um indivíduo apenas, é legal. Mas, legal, é não fazer bullying certo. Você precisa criar e aplicar uma política de intimidação com tolerância zero. Ninguém deve estar provocando, assediando ou tornando a vida dos outros um caos.

O RH tem que trabalhar muito para definir o bullying e acabar com ele – afinal de contas, os bullies têm aperfeiçoado seu ofício desde o ensino fundamental -, mas é absolutamente crítico se você quer motivar em vez de desmotivar seus funcionários.

Desorganização

Quando o chefe não sabe o que está acontecendo, ou atribui duas tarefas a uma pessoa e se esquece de atribuir a outra tarefa, o trabalho se torna estressante e desmotivador para os funcionários. Se um funcionário está se afogando no trabalho e a outro passa metade do dia no YouTube, o segundo funcionário pode ser apenas um preguiçoso, mas a disparidade pode ser resultado de desorganização e fluxos de trabalho ineficazes.

Como corrigir?

Desorganização é um assunto super complicado porque tem um número infinito de causas subjacentes. Um gerente desmiolado pode precisar de um excelente assistente administrativo para se manter em dia.

A chave para resolver a desorganização como um problema de desmotivação de funcionários é identificar a desorganização como tal e trabalhar para consertá-la. Lembre-se de perguntar às pessoas diretamente afetadas pelo problema, pois elas podem ter as melhores informações sobre como corrigir o problema.

Regras de trabalho rigorosas

Algumas organizações, é claro, precisam ter regras rígidas. Se você está trabalhando com produtos químicos perigosos, por exemplo, todos os funcionários precisam seguir todos os protocolos com exatidão. Mas, em outras situações, as expectativas e regras específicas não são necessárias.

Se você atrelar o tempo de folga de um funcionário isento quando ele sai 30 minutos mais cedo na terça-feira, mesmo que ela tenha trabalhado 45 horas nesta semana, você desmotiva seu funcionário. Quando você recusa a solicitação de um funcionário para trabalhar em casa só porque não quer que os funcionários trabalhem onde você não pode vê-los, você desmotiva seus funcionários.

Como corrigir?

Os funcionários de hoje querem flexibilidade. Eles sabem que horários flexíveis estão disponíveis em outras empresas, então você precisa oferecê-los também se quiser manter os melhores. Observe o esforço e a atenção necessários para realizar o trabalho, e não tão de perto, se o funcionário chega às 9h ou 9h08, ou se eles ouvem podcasts enquanto trabalham. O RH precisa treinar os gerentes para procurar lugares onde eles possam oferecer flexibilidade em vez de um simples não.

Os funcionários querem gostar de seus empregos. Você quer que seus funcionários gostem de seus trabalhos. Quando você trabalha para atingir essas expectativas, você terá funcionários motivados. Caso contrário, você descobrirá que a desmotivação do funcionário é excessiva.

 

https://www.thebalancecareers.com/four-common-causes-of-employee-demotivation-and-hr-solutions-to-overcome-them-4428056

Comentários

comentários

Deixe uma resposta