Gestão de vendas / Produtividade / Vendas

Marketing: Inbound vs outbound


 

Se você prestar atenção nas tendências do marketing, você já deve ter ouvido as pessoas falarem sobre “Inbound Marketing e Outbound Marketing”, mas o que elas realmente significam?

Esses termos incorporam uma espécie de mudança cultural em todo o conceito de como o marketing funciona, particularmente entre canais.

 

O que é Outbound Marketing?

O Outbound Marketing é o que costumava ser conhecido como “marketing”. É intervalado e se impõe a uma audiência, quer o público queira ou não. Anúncios de TV e rádio, telemarketing, anúncios em banner e display, outdoors, anúncios em jornais e revistas são exemplos de Outbound Marketing. O Outbound Marketing caiu em desuso nos últimos 10 anos. A saturação – especialmente na internet – fez as pessoas começarem a ignorar a publicidade gráfica.

Com o uso de bloqueadores de anúncios, isso só piorou. As taxas de cliques para anúncios gráficos estão agora em 0,05%, e de acordo com o State of Inbound 2017 da Hubspot, os profissionais de marketing consideram os anúncios pagos, como impressão, outdoor e transmissão, a tática de marketing mais superestimada.

Este mapa de calor do globo ocular de Michael Daehn ilustra o problema da “cegueira de banner”.

O que é Inbound Marketing?

O Inbound marketing é um conceito de marketing relativamente novo, em que os profissionais de marketing tentam “atrair” clientes em potencial com conteúdo interessante. Também chamado de marketing de conteúdo, o Inbound marketing envolve a criação de postagens de blogs, mídias sociais, infográficos, white papers, boletins informativos por e-mail e outros conteúdos que as pessoas realmente querem ler. A SEO (otimização do mecanismo de pesquisa), a descoberta e a pesquisa paga ajudam as pessoas a encontrar o conteúdo de marketing. Se for envolvente o suficiente, eles interagem, leem e compartilham e saem com uma impressão positiva da marca que influencia as decisões de compra posteriores. O Inbound marketing é muito prático e indireto: nunca há um discurso de vendas perceptível. O marketing de entrada estimula os clientes no funil de vendas, aumentando o envolvimento deles com a marca. Veja uma ilustração de como isso funciona.

Qual a diferença entre Inbound e Outbound Marketing?

 

Para revisar, veja a diferença entre as táticas de Inbound e Outbound.

Inbound Outbound
Capta leitores interessados Envia para todos, independente do interesse
Escrito para as necessidades do consumidor Escrito para as necessidades do produto
Interativo e fluido Inerte, unidirecional
Atrai clientes Procura clientes
Faz parte do consumo de conteúdo Interrompe o consumo de conteúdo
Habitat natural: blogs, mídias sociais, e-mails, pesquisa, marketing de conteúdo Habitat natural: anúncios, outdoors, telemarketing, revistas, anúncios de TV

Qual é mais efetivo, Inbound ou Outbound Marketing?

Inbound marketing é de longe a escolha de marketing mais na moda atualmente. De acordo com o State of Inbound 2017 da Hubspot, 71% das empresas em todo o mundo informaram que se concentram principalmente no Inbound. Certamente, o Inbound proporciona um ROI (retorno sobre investimento) melhor: os recursos de Inbound Marketing são 62% menos caros do que os de Outbound.

Por outro lado, a eficácia do inbound pode ser difícil de medir. Como a estratégia principal depende de aumentar a notoriedade da marca, fornecer valor e facilitar a venda, é difícil quantificar exatamente o desempenho da sua estratégia.

As maiores críticas ao Outbound Marketing tradicionalmente são que ele é caro, não é responsivo e não é segmentado. Você gasta centenas de milhares de reais em um anúncio de TV, envia-o para o mundo e espera o melhor. E embora a maioria das empresas não investem com esses tipos de publicidade – vamos ser honestos, o telemarketing nunca fará sentido para a maioria das marcas – as recentes novidades na segmentação por público estão dando uma nova cara à publicidade.

Coisas como pixel de conversão, anúncios contextuais e públicos-alvo semelhantes permitem que anúncios gráficos do Facebook, Instagram, Twitter e Google sejam direcionados especificamente aos usuários com base no que lhes interessa. Esse é um tipo de marketing ativo que mostra potencial inexplorado e da a volta nos bloqueadores de anúncios. Diferentemente do Outbound Marketing do passado, ele incorpora a estratégia de Inbound de mostrar aos usuários coisas que eles acham especificamente úteis ou interessantes.

Na cena atual do marketing, muitas empresas empregam a combinação de uma estratégia Inbound brilhante e depois redirecionam anúncios de Outbound. O redirecionamento pode funcionar apenas com o Inbound também. É claro que, como em marketing, você precisa encontrar um mix que funcione para seus clientes em potencial.

Como iniciar no Inbound

Uma boa estratégia de Inbound envolve a criação de conteúdo que agrade ao seu leitor desejado, ajudando ele a encontrar por meio de pesquisa. Para começar, você precisa criar personas: Quem são as pessoas que você deseja atrair para esse conteúdo? O que eles estão procurando? Que tipo de coisas eles gostam? Depois disso, crie uma sólida estratégia de SEO. Como esse público vai te encontrar? Você otimizará seu conteúdo para pesquisas por palavra-chave do Google? Você vai empurrar ele para suas social medias? Com que frequência você vai postar? Muito disso é algo que você descobrirá ao experimentar. Depois disso, é hora de criar seu conteúdo e publicá-lo no mundo.

Certifique-se de construir uma maneira de avaliar o sucesso de seus esforços. Antes de fazer qualquer coisa, descubra uma ideia de como seria o sucesso para o seu conteúdo e tenha uma maneira de medir isso. As métricas conduzirão o que você faz daqui para frente. Qualquer estratégia de marketing bem-sucedida é dinâmica e muda com base nos dados coletados sobre a eficácia do seu conteúdo. Se isso soa muito impessoal, pense assim: descubra o que seu pessoal quer e dê a ele.

Encontrando sua estratégia de Marketing

Em última análise, a melhor estratégia de marketing para o seu negócio será aquela que funciona. Sempre tente coisas novas enquanto continua a fazer as coisas antigas que estão funcionando. Analise seus dados com frequência e fique por dentro de todas as alterações que você vê. Lembre-se de que o público também muda. O que funcionou no ano passado pode não funcionar este ano. As pessoas se cansam de ver a mesma coisa. Sua combinação de marketing Inbound e Outbound quase certamente mudará com o tempo e a tecnologia adicionará novos recursos e formas de se conectar com as pessoas. Dito isso, a estratégia mais importante sempre será: experimentar, medir, repetir.

 

 

 

Escrito por Audrey Ference
Traduzido e editado por Demander
Please follow and like us:

Comentários

comentários